A atriz britânica Vanessa Redgrave reafirmou sua oposição a uma guerra contra o Iraque, especialmente se for “preventiva”. “A guerra é algo muito grave, não se pode jogar tudo fora num segundo, deve ser a última solução e principalmente jamais pode ser preventiva, desencadeada sem que haja um ataque prévio”, ressaltou a artista.

“Roosevelt e Churchill sempre acreditaram nesta linha e é muito importante segui-la, sobretudo nesta era pós-nuclear”, afirmou Redgrave durante o desfile da coleção do estilista italiano Gattinoni, quando apresentou um monólogo de Shakespeare em plena passarela.