Maryeva Oliveira: Passei
minha vida inteira na praia.

A modelo Maryeva Oliveira se considera uma autêntica “rata de praia”. Dessas que chegam bem cedinho, pegam onda de bodyboard, jogam vôlei na areia e ainda fazem hora para ver o sol se pôr. Tudo isso sob o olhar sequioso de inúmeros marmanjos praianos.

Natural de Florianópolis, ela quase caiu para trás quando recebeu um convite da MTV para apresentar o programa “Super Surf”, que transmite o circuito brasileiro de surfe profissional. A próxima etapa vai ao ar na primeira semana de junho, direto de Ubatuba, litoral de São Paulo. “Fiquei superfeliz com o convite. Passei minha vida inteira na praia. Tem tudo a ver comigo”, derrete-se, esbanjando o típico sotaque catarinense.

Desde pequena, Maryeva sempre foi afeita a praticar esportes. Quando criança, fez ginástica e natação. Com o passar do tempo, criou gosto por outros esportes mais radicais. Só de pára-quedas, já saltou quatro vezes. Assim que recebeu o convite da MTV, Maryeva decidiu aprimorar suas manobras no surfe. Para tanto, contou com a ajuda de dois instrutores muito especiais: o irmão Bernardo e o namorado, o tenista Gustavo Kuerten. Nos intervalos do programa, ela corre para a praia mais próxima com a prancha debaixo do braço. “Ainda tenho muito o que aprender”, avalia. Tão difícil quanto se equilibrar em cima de uma prancha só mesmo adquirir desenvoltura na frente das câmaras. “Os dois exigem treino, dedicação. Tem de praticar. Senão, você não chega a lugar nenhum…”, compara.

Por enquanto, Maryeva apresentou apenas duas das seis etapas do “Super Surf”. A primeira delas aconteceu na praia de Maresias, no litoral de São Paulo. Foi lá que, há dois anos, Maryeva gravou o comercial que deu uma guinada na sua carreira. Num microbiquíni vermelho e com uma Brahma na mão, ela soltava um suspiro perturbador depois que uma gotinha de suor lhe percorria o dorso. “Até hoje, as pessoas me perguntam como eu consegui me contorcer daquele jeito…”, sorri.

Modelo

Aos 22 anos, Maryeva quer mesmo é continuar investindo na carreira de modelo. Na verdade, Maryeva não gostou nada quando a direção do canal exigiu que ela abrisse mão da carreira de modelo. Quando teve de optar, não pensou duas vezes. “Vou trabalhar como modelo até quando o mercado me aceitar”, planeja. Hoje, Maryeva desfruta de um horário mais flexível. Na semana passada, ela apresentou a segunda etapa do “Super Surf”, direto de Itacaré, no litoral da Bahia. “Acho que me saí bem. Você tem de ter pique para acompanhar os surfistas”, valoriza.

Além de acompanhar as baterias, Maryeva mostra os bastidores do campeonato, entrevista os competidores e visita pontos turísticos. Por essas e outras, Maryeva não reluta em afirmar que possui um dos melhores empregos do mundo. De fato, ela pratica surfe, conhece lugares paradisíacos e ainda é paga por isso. “Sempre que pinta uma brecha, dou uma voltinha na região. Afinal, não dá para viajar até Itacaré e não conhecer o lugar, não é mesmo?”, indaga, com um sorriso maroto. Itacaré deve ser mesmo irresistível.