A cena mais “rock’n’roll” do Festival SWU, em Paulínia (SP), até agora aconteceu na tarde de ontem, no início do show do Ultraje a Rigor, no palco Consciência, o principal do evento. Antes de a banda começar a tocar a música É Tudo F.D.P., um produtor do cantor Chris Cornell – que se apresentaria depois, no mesmo palco – começou uma discussão com um integrante da produção da banda e irmão do vocalista, Roger. O cantor então soltou impropérios contra o gringo no microfone e disse algo como “quem eles pensam que são?”.

A apresentação da irreverente banda brasileira estava atrasada por causa de fortes rajadas de vento, que impediram o grupo de se apresentar no horário. Nos bastidores, os produtores de Chris Cornell disseram para os brasileiros encerrarem a apresentação meia hora mais cedo, mas Roger não quis. “Eles disseram que, se não saíssemos no horário, eles iriam embora. Que peninha!”, ironizou o vocalista durante o show.

“Espero que eles entendam um pouco de português”, disse Roger, antes de cantar F.D.P. Enquanto isso, no backstage, a discussão continuava. “Quem eles pensam que são? Gringo vem aqui e acha que pode c. na nossa cabeça”, berrou Roger. “O Chris Cornell é nosso roadie”, completou.

O show continuou com a Banda tocando seus principais hits. Antes de encerrar a apresentação, Roger ainda fez graça ao simular um strip-tease ao som da música da Pantera cor-de-rosa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.