A Fundação Energia e Saneamento, fundada pelo governo do Estado de São Paulo em 1998, quando as empresas do setor elétrico brasileiro estavam sendo privatizadas e avaliou-se a necessidade de criação de um órgão para preservar a memória e o patrimônio do gás e da eletricidade no Estado, lança nesta quarta-feira, 28, o livro “Transformações urbanas – São Paulo 1893 – 1940”, com 180 fotos raras e históricas.

O livro revela algumas curiosidades, como por exemplo a razão de São Paulo ter um trânsito caótico e mostra que os problemas crônicos do transporte público – que em junho deste ano foram alvo dos protestos que pararam as ruas das principais cidades brasileiras – já existiam naquele tempo. Além disso, mostra também que na ocasião já eram comuns os entraves políticos para a modernização do transporte, com o interesse dos barões em fixar linhas de bonde em lugares distantes e de pouca viabilidade às classes mais pobres.