A temporada dos grandes shows, intensa nos últimos dois meses, está chegando ao fim. A apresentação de Bruno Mars nesta semana foi a penúltima de uma linhagem de grandes estrelas a passar pelos maiores estádios da cidade. E, veja bem, foi intenso: U2 lotou o Morumbi por quatro noites, o Coldplay arrastou sua multidão de fãs para o Allianz Parque, mesmo espaço que recebeu Paul McCartney, The Who, Bon Jovi, Aerosmith, John Mayer e Guns N’Roses.

Com o fim de 2017, o ritmo se torna mais lento, embora algumas atrações ainda estejam de malas prontas para agitar a cidade. O papel de maior show deste momento derradeiro do ano está com o festival Solid Rock. O evento trará, para o mesmo Allianz, os shows de Deep Purple, Cheap Trick e Tesla. Inicialmente, o festival contaria com o Lynyrd Skynyrd no lugar do Cheap Trick, mas a banda cancelou a turnê latino-americana após o diagnóstico de leucemia da filha do vocalista Johnny Van Zant. O festival, realizado em 13 de dezembro, tem ingressos que custam de R$ 260 a R$ 580.

Já o ótimo Arcade Fire toca na Arena Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana), com ingressos com valores entre R$ 270 e R$ 520, em 9 de dezembro. A trupe indie canadense, contudo, sofre com a recepção mediana de Everything Now, seu quinto disco, lançado em julho. O álbum, repleto de severas críticas à sociedade do excesso de informação e à velocidade do consumo, foi curiosamente devorado por esse mesmo organismo vivo que são as redes sociais e parece perecer antes da hora.

A agenda ainda inclui a apresentação dos ícones do reggae The Wailers (no Citibank Hall, dia 7 de dezembro) e o pop funkado e futurista do Jamiroquai (também no Citibank Hall, dia 18).