Márcio Mattana dirige e representa.

Quando um homem e uma mulher se sentem solitários, muitas vezes adotam um comportamento estranho aos olhos de quem assiste. As atitudes de um casal carente que acaba de se conhecer poderão ser conferidas no espetáculo Fim da tarde, mesa oito, hoje, às 21h, no Espaço Cultural Odelair Rodrigues. Com o apoio da Casa do Produtor, direção e texto de Márcio Mattana e assistência no roteiro de Andréa Obrecht e Catharina Negraes, a peça conta várias histórias ligadas a uma ação central: quando um homem e uma mulher se conhecem a caminho da ópera. No elenco, a atriz Patrícia Ramos se junta aos criadores na encenação das histórias.

Após o encontro, surge o interesse – o homem e a mulher marcam um segundo encontro em um restaurante. Na seqüência, uma série de histórias são contadas: uma mulher que após cair em um buraco pede ajuda para ser rastreada via satélite através do telefone celular; o personagem que não consegue se relacionar com anões; a mãe que passa instruções ao bebê de colo; o sujeito que tenta definir sua personalidade a partir dos recados que ouve em sua própria secretária eletrônica, e outras que de algum modo surtem no público a idéia de que tudo faz parte de um mesmo propósito.

Segundo Mattana, as histórias possuem uma ligação não-linear. ?A peça é contada de trás para frente; a variedade de situações permite ao público diversas interpretações de modo que nunca se sabe se o casal permanece junto?, afirma. Uma das hipóteses é que as cenas sejam a imaginação do homem e da mulher após se conhecerem. No final é o próprio público que formata um desfecho em busca da razão. ?O texto nasceu de uma escrita automática; Eu, Andréa Obrecht e Catharina Negraes nos reuníamos uma vez por semana e passávamos as idéias na ordem em que viessem direto para o papel?, disse Mattana. Após dois meses de ensaio e a presença de Patrícia Ramos, Fim da tarde, mesa oito está preparada para que cada um tire sua própria conclusão.

Serviço: o espetáculo acontece no Espaço Cultural Odelair Rodrigues (Avenida Sete de Setembro, 2.434) e fica em cartaz até dia 19 de junho – sábados às 21h e domingos, às 19h. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 5 (bônus e estudantes). Mais informações pelo telefone (41) 3029-1758.