enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

Silvio Santos muda grade conforme audiência

  • Por Redação O Estado Do Paraná
Silvio Santos no Show do Milhão:
confundir sem explicar.

Ele veio para confundir, e não para explicar. O slogan, cunhado pelo saudoso e genial Abelardo “Chacrinha” Barbosa para si mesmo, é perfeitamente aplicável ao modo como Silvio Santos define a grade de programação do SBT. O “Dono do Baú” não pensa duas vezes antes de adiar estréias, antecipar finais de novelas e alterar os horários de tudo que leva ao ar.

É o que aconteceu, por exemplo, com as mexicanas “Manancial”, que acabou antes do previsto, e “Primeiro Amor a Mil Por Hora”, que às vésperas da estréia acabou adiada em semanas. O desenho “Os Simpsons” passou, de uma hora para outra, a ser exibido mais cedo, às 18h30, assim como o enlatado “Um Maluco no Pedaço”. Além disso, Silvio só decide os filmes da grade com poucos dias de antecedência e jamais marca a exibição de um produto novo do SBT semanas antes da estréia. Tanto que não é raro surpreender a própria assessoria da emissora com estréias imprevistas, como aconteceu com o programa “Sete e Meio”, por exemplo.

Com uma evidente tática de guerrilha – aquela em que o oponente não sabe muito bem como vai ser atacado -, Silvio Santos é do tipo que atira para todos os lados. Só não se sabe por quanto tempo. A última obsessão do empresário é agora o futebol. Travou uma batalha com a Globo, por exemplo, para transmitir o Campeonato Paulista de Futebol e conseguiu. Rumores dão conta que agora o SBT quer a todo custo também ter os direitos para exibir o Campeonato Brasileiro de Futebol de 2003. O que dificulta ainda mais uma estratégia de defesa para as emissoras concorrentes é que Silvio Santos nunca foi adepto ao padrão sanduíche da Globo, aquele em que a emissora exibe novelas com um telejornal no meio. Com isso, pode alterar a programação da maneira que quiser, pois já criou o hábito no espectador do SBT de tentar se adaptar de acordo com as constantes mudanças de programação da emissora. Assim, a absoluta falta de padrão se tornou o padrão do SBT. Ou, pelo menos, o padrão do patrão do SBT.

Embora questionável, é uma maneira de criar horários alternativos para diferentes tipos de público. Por exemplo, já é tradição na Globo as novelas das seis, sete e oito. Pois Silvio Santos programou jogos do Campeonato Paulista justamente, por exemplo, no sábado, às 18h, e quartas, às 21h, justamente quando o público masculino se depara com a dramaturgia global na tela. O resultado é que o SBT vem obtendo média acima dos 15 pontos em algumas partidas do Paulistão e tirando uma audiência importante da concorrência. Mais do que isto, Silvio conseguiu imprimir uma marca, por assim dizer, popular, na maneira de cobrir eventos e campeonatos esportivos. Os repórteres do SBT, por exemplo, estão mais preocupados antes dos jogos do Paulista em causar alguma “saia justa” entre os jogadores do que tentar explicar como vai ser a partida.

Um certo toque de incoerência também faz parte do estilo com que Silvio comanda os rumos do SBT. No ano passado, por exemplo, a emissora se gabava de ter trazido a jornalista Marília Gabriela, que estava na Rede TV!. Pois a partir de abril a apresentadora do “De Frente do Gabi” já não vai estar mais no SBT. A lourinha Jackeline Petkovic, que chegava a ficar em primeiro lugar nas manhãs com o infantil “Bom Dia & Cia.”, também foi defenestrada sem maiores explicações. Já o seriado “Meu Cunhado”, que ficou pelo menos três anos na gaveta, sabe-se lá porque vai estrear em março.

Um dos motivos que está levando Silvio Santos a modificar boa parte de sua programação é sem dúvida a contenção de despesas. Pois não só o SBT, mas todas as emissoras estão cortando custos numa época em que o dólar está nas alturas e a tendência é que suba mais ainda se estourar a guerra entre Estados Unidos e Iraque. Uma indicação do pé no freio de Silvio é que após anos batendo na mesma tecla, o apresentador resolveu diminuir o número de novelas mexicanas importadas da Televisa. A emissora chegou a exibir cinco dramalhões por dia e agora vai exibir apenas duas. Intocável, até agora, só mesmo o tradicional horário de domingo em que Silvio Santos aparece em pessoa entre 21h e 22h. Isto porque quando o apresentador entra em ação dificilmente a audiência fica abaixo dos 20 pontos. Apesar da inconstante programação, o carisma do apresentador é incontestável.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas