Neste sábado, dia 21 de abril, tem show do Circular Brasil em Curitiba. A partir das 21h, Carlos Malta e Quinteto Violado sobem ao palco do Teatro do Paiol.

Com o objetivo de promover um intercâmbio cultural no cenário musical brasileiro, o projeto Circula Brasil é a série de shows de música popular brasileira instrumental. Quinteto Violado, Quarteto Maogani, Grupo Jacarandá e Cláudio Menandro receberão no palco músicos ilustres como Paulo Moura, Carlos Malta, Marcos Suzano e Armandinho.

Em 2006, lançamento do projeto, as duas primeiras etapas do Circula Brasil contaram com mais de 50 shows nos quatros cantos do país, sempre sob a coordenação geral do músico Marcelo Guima.

As apresentações serão realizadas, em datas alternadas, até o dia 07 de agosto e passará, também, por São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife. A idéia central do projeto, que conta com patrocinio da Petrobras, é mostrar a diversidade que a música instrumental ganha quando nela são aplicados elementos regionais. Essa é a proposta do Circular Brasil, que mescla platéia e músicos de norte a sul do país.

Quinteto Violado

Formado por Ciano, Dudu, Marcelo Melo, Toinho Alves e Roberto Medeiros, o Quinteto Violado percorre o Brasil inspirado numa filosofia mambembe, desde o sul, com toda a sua influência nativista, até a Amazônia, onde os ritmos e sons da natureza falam mais alto.

Há quase três décadas, o Quinteto Violado vem conquistando os mais diversos tipos de platéias com sua música que mescla o erudito à essência rítmica e melódica das manifestações populares. Com excepcional criatividade e talento, já em seu disco de estréia, apresentou muito mais que uma nova roupagem orquestrada, produziu a semente de uma mudança no modo de sentir e expressar a música brasileira.

Hoje, depois de muito trabalho em que se intercalam pesquisas, espetáculos, discos, festivais e excursões internacionais, há um amadurecimento cultural e profissional do grupo, que se mantém dinâmico e com a consciência crítica de que não se acomodou ou fez concessões aos modismos da indústria cultural. Sua saga está registrada em livro, vídeo e mais de três dezenas de CDs lançados no Brasil e no exterior.

Carlos Malta

É considerado um dos músicos brasileiros mais respeitados no País. Maestro, compositor, arranjador e multi-instrumentista, é extremamente hábil em todos os tipos de saxofones e flautas. Malta transita por vários estilos, sempre apresentando uma musicalidade ímpar. Sua veia de pesquisador o levou a descobertas de sonoridades de vários instrumentos étnicos no Oriente, como a Shakuhashi (Japão) e a Di-zi (China), bem como o "Pife", original do Nordeste, demonstrando desta forma a universalidade de sua música.

Malta atua em vários grupos com diferentes formações instrumentais. Com o Pife Muderno, inspirado no terno de pífanos nordestinos, Malta faz uma leitura contemporânea , onde zabumba e pandeiros harmonizam em criações e performances cheias de energia e virtuosismo. A obra de Pixinguinha alcança vôos clássicos nos seus arranjos para sopros e cordas em Pixinguinha Alma e Corpo. Já Coreto Urbano é uma banda que em sua instrumentação mistura tuba, bombardino, trombones, trompete, flautim, percussão, clarinete e saxofone, num cenário musical brasileiríssimo.

Com 8 CDs gravados, seu nome pode ser encontrado nas mais diversas produções fonográficas, destacando sempre sua qualidade musical, bem como sua personalidade artística em CDs de artistas como Gal Costa, Gilberto Gil, Guinga, Ivan Lins, Lenine, Arturo Sandoval (para o Grammy Latino 2003), entre outros.

Serviços:
Show do Circular Brasil com Quinteto Violado
Participação especial de Carlos Malta
Data: 21/04, sábado, às 21h
Local: Teatro do Paiol (225 lugares)
End: Largo Guido Viaro, s/nº
(41) 3334.1424 / 3322.1525
Censura Livre
Ingressos: R$ 5,00 (inteira), R$ 2,50 (meia)