Após excelente receptividade no Festival de Teatro de Curitiba, o espetáculo Retratos e canções, volta à cidade e se apresenta de 8 a 12 de Novembro no Miniauditório do Teatro Guaíra. O texto inédito de Retratos e canções tem como suporte uma rigorosa pesquisa musical, onde todos os diálogos da peça, sem exceções, foram extraídos de músicas dos anos 70s, 90s e principalmente 80s. O espetáculo teatral homenageia os intérpretes populares e apresenta a influência de certas melodias no repertório cultural brasileiro. As citações fazem parte da cultura popular denominada brega, que surgiu no mercado nos anos 70s e que passou a caracterizar o estético nacional.

Em sua primeira temporada paulista, Retratos e canções conquistou adeptos de todas as idades e surpreendeu seu diretor, Renato Andrade. ?Até crianças que nunca ouviram os hits se divertiam com os trechos mencionados. É claro que para quem viveu a época, a peça tem um sabor especial. Cada canção remete a um momento e dá vazão aos sonhos juvenis que acabaram se perdendo com o tempo.?

A peça encanta o público a partir de uma história simples. Na cidade de São Paulo, numa rua logo ali, a suburbana Carol (Gabriela Lois) reencontra o caminhoneiro Tadeu (Ivo Müller) e desperta os ciúmes de Marvin (Gerson Almoster) e Diana (Marlene Prado). Neste universo, músicas populares e imagens caricatas se tornam autênticas, singelas e verossímeis. A partir das vivências do cotidiano e da memória afetiva do diretor, a peça mostra com delicadeza tipos genuinamente nacionais; a apaixonada recatada, a cabeleireira invejosa, o hipocondríaco platônico e o caminhoneiro galanteador.