A Secretaria de Estado da Cultura (Seec) começa na próxima terça-feira (21) a edição 2006 do projeto Paraná Fazendo Arte que vai atender a cidade de Maringá e, ainda dez municípios vizinhos dessa região. A solenidade de abertura acontece às 20 horas, no auditório Luzamor (Rua Neo Alves Martins, 1704 – Maringá). Na ocasião será apresentado, aberto ao público e com entrada franca, o espetáculo musical Encanto Negro com os músicos Juarez de Mira, Fátima Castilho e o pianista Fábio Cardoso que vão apresentar um repertório com músicas de compositores brasileiros e norte-americanos relacionado à cultura negra. Destaque para obras do paranaense Brasílio Itiberê, Villa-Lobos e Chiquinha Gonzaga, além dos spirituals utilizado nas igrejas dos Estados Unidos.

O projeto Paraná Fazendo Arte tem por objetivo levar o artista paranaense onde quer que o público esteja. O programa de ação cultural tem um componente multiplicador com dezenas de oficinas de arte. Isso quer dizer que além de espetáculos teatrais e musicais – populares ou eruditos -, o projeto que será apresentado na região de Maringá ainda promove a formação de novos artistas por intermédio de 30 workshops diferentes – com duração de uma semana – com temas que variam de gestão cultural até dança de salão, passando por teatro de bonecos, contação de história, criação literária, entre outros assuntos. O resultado tem sido compensador: em três anos 347 municípios foram beneficiados pelo projeto.

O Paraná Fazendo Arte é um trabalho de aproximação e parceria com os municípios do interior do Estado. O grande diferencial do projeto é o atendimento mensal de uma região do Paraná com oficinas, valorizando a cultura local – fazendo uma ponte com os municípios e o trabalho que eles já desenvolvem. Estão sendo oferecidas desde a cultura popular até alguns elementos da cultura erudita, passando por teatro, dança, circo e artes plásticas. A resposta é positiva com o desenvolvimento de grupos locais que se beneficiam das oficinas do projeto, como também o retorno do artista que leva seu trabalho para outras regiões.

Até o final de 2005 todas as 18 regionais do Estado foram atendidas. A importância de promover essas ações no Paraná se revela na experiência prática quando os artistas não só levam seu conhecimento para os alunos, mas também alimentam a Secretaria da Cultura com informações sobre as oficinas que ministram, o que está acontecendo nas cidades e a realidade do interior. Há, ainda, uma estratégia de ação muito pertinente na continuidade deste projeto: Na abertura de cada evento são convidados o prefeito e as lideranças políticas e econômicas de cada região. Assim o Governo do Estado mostra que a cultura tem força e, ao mesmo tempo, sensibiliza o investimento nessa área. Isso repercute positivamente e acaba fortalecendo o dirigente cultural e o artista nestas regiões.

Serviço
Paraná Fazendo Arte. Abertura do projeto nesta terça-feira (21), às 20 horas, no auditório Luzamor (Rua Neo Alves Martins, 1704 – Maringá). Espetáculo musical Encanto Negro com os músicos Juarez de Mira, Fátima Castilho e o pianista Fábio Cardoso. Entrada franca. Contato local: Flor Duarte – Secretária de Cultura de Maringá (44) 3901-1039.