Muito abaixo das expectativas, o novo programa de Rafinha Bastos, “Saturday Night Live”, foi quase um fracasso. O IBOPE registrado pela atração quase chegou a zero, variando entre 0,3 e 0,9 pontos, lembrando que cada ponto vale 60 mil televisores na Grande São Paulo.

A direção da RedeTV! esperava que o programa tivesse audiência em torno de 3 e 7 pontos. Mas não foi isso que aconteceu. Com convidados pouco conhecidos do grande público e atração musical de Marina Lima, Rafinha não emplacou.

Apesar de o nome sugerir que o programa fosse ao ar aos sábados, a cúpula da emissora bateu o pé e escalou o humorista para os domingos, tentando combater o Pânico, que era dono do horário antes de Rafinha. Como resultado, o “Pânico na Band” atingiu 9 pontos e “Saturday Night Live” passou desapercebido pelo público.