A polícia do Rio de Janeiro já tem um suspeito de ter publicado na internet, no começo da semana, fotos da estudante Carolina Portaluppi, 19, sem roupa. O material estava no celular da jovem, que foi roubado na noite da última sexta-feira. A filha do técnico e ex-jogador Renato Gaúcho aparece totalmente nua, segurando um copo. Na foto ainda é possível ver curativos nos seios da jovem, decorrentes da cirurgia para o implante das próteses de silicone realizada há alguns meses.

O advogado de Carol (o mesmo que defendeu Carolina Dieckmann em uma situação semelhante) confirmou que é a jovem quem aparece nas fotos. Ele também informou que a polícia analisou as imagens das câmeras de segurança do local onde o celular foi roubado e achou o suspeito dos crimes de roubo do aparelho e de divulgação das fotos íntimas. Veículos de comunicação também podem ser acionados caso publiquem a imagem, mesmo com tarja.

“Para a divulgação das imagens, notificamos todos os veículos que o fizeram, inclusive com tarja, para que parem de fazê-lo. Caso insistam, eles viram réus em uma ação por danos morais, uma vez que estão fazendo publicidade ilegal de um material que revela a intimidade de uma jovem, que constrange e humilha”, explicou o advogado Ricardo Brajterman. Ele destacou que as fotos foram feitas em casa, em um ambiente familiar. O Ministério Público ainda pode decidir se o caso se enquadra na Lei Carolina Dieckmann.