Foto: Divulgação

Uma das peculiaridades da cidade é o tempo frio.

Historicamente a fundação da cidade de Curitiba data de 1654, no entanto, foi promovida à categoria de município em 29 de março de 1693, se chamando Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, há exatos 313 anos. Considerada um expoente cultural do Brasil, a cidade se desenvolveu ao longo dos anos em diversos âmbitos culturais e artísticos e tomou para si uma peculiaridade íntima que a difere das outras capitais nacionais. O poeta Maneco Dória, que com o músico Celso Teixeira gravou em CD um registro poético da cidade, bem lembra o charme e glamour dos anos que se passaram. Como Dória define, quatorze ?poesias musicadas?? estão registradas em Curitiba sorriso do mundo.

Hoje, Curitiba é vista em cartões-postais com imagens do Jardim Botânico, Ópera de Arame e Boca Maldita, esta última, surgida da menor avenida do mundo, a Senador Luiz Xavier, de confeitarias e dos antigos cinemas que serviam de ponto de encontro para o povo até os anos 60s, quando o panorama mudou, abrindo caminho para uma cidade moderna. Maneco Dória e Celso Teixeira lembram na faixa Avenida: ?tudo ou quase tudo era na avenida/Um encontro, um cinema…/Tudo isso era nossa grande Avenida Luiz Xavier/A menor avenida do mundo?.

Segundo Dória, hoje aos 65 anos, Curitiba sorriso do mundo surgiu dos encontros com o músico Celso Teixeira realizados nos últimos doze anos. ?Desde sempre, Curitiba se concentrou na Luiz Xavier e na XV, o que fizemos foi registrar um pedaço da história que para quem viveu, é uma maneira de viajar ao passado, e para quem não viveu, possa conhecer aqueles tempos charmosos?, afirma. O poeta pretende levar essas músicas para pequenos teatros e apresentar o trabalho para crianças e jovens, assim dando uma verdadeira aula sobre a cultura e o passado da cidade.

Para Dória, muito do que aconteceu culturamente está sendo ou já foi perdido culturalmente. ?Com a evolução, Curitiba também avançou e as pessoas de hoje não possuem o tempo que antes tinham para se reunir e fazer poesias, conversar e se desenvolver artisticamente.? As fortes exigências do mundo moderno fizeram com que o romantismo cedesse ao estudo e ao trabalho.

Entre os momentos lembrados nas 14 faixas estão os anos 50s, a grande Avenida de Curitiba, o calçadão da Rua das Flores e a velha Estação Ferroviária. ?Registrada em ritmos de samba e pop, as músicas são uma pequena viagem que volta no tempo, cheio de saudades, longe, bem longe onde a vista não pode alcançar, mas que a sensibilidade de cada um sabe guardar para sempre em seu coração?.