Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o Grupo Santander Banespa apresenta em São Paulo a exposição fotográfica Personagens Femininas, de Vânia Toledo, que abre ao público na segunda dia 10, no saguão do Edifício Banespa (Rua João Brícola, 24). Através de 54 fotos de rara beleza e expressionismo ficaram registradas as interpretações de diferentes personagens femininas, reais, teatrais ou simbólicas, resultado de uma profunda interação entre a sensibilidade da objetiva de Vânia Toledo e o talento de atrizes brasileiras. (Na ilustração, Giulia Gam como Julieta.)

Ode às mulheres

O Museu Alfredo Andersen, no Setor Histórico, sedia, até dia 14, a exposição Andersen Homenageia as Mulheres. Retratos em óleo sobre tela de mulheres da família, discípulas e do convívio social, pintadas por Andersen, mostram um pouco da obra desse grande mestre da pintura paranaense. Em uma sala especial e ambientada com móveis que pertenceram ao casal Alfredo e Ana Andersen (na ilustração) ficam os retratos de sua companheira de toda uma vida. Outra sala foi designada para as fotografias das discípulas de Andersen.

Sérgio Torretta

O artista plástico Sérgio Torretta, de São Paulo, faz um bate-papo entre amigos, hoje às 14h, no auditório da Biblioteca Pública do Paraná. Ele vai falar de sua experiência de vida e o tema central será “Eficiência apesar da deficiência”. Tetraplégico desde os 18 anos, após um mergulho numa piscina rasa, começou a se dedicar à pintura como forma de terapia ocupacional. Desde 1994 tem participado de várias exposições e recebido diversas premiações. Atualmente tem ministrado workshops de artes plásticas com técnicas de pintura de tinta a óleo, espatulados e relevos sobre tela.

Dançarino divino

Um estudo antropológico sobre a dança clássica indiana é a abordagem escolhida pelo indiano Joachim Andrade para sua dissertação de mestrado em Antropologia pela UFPR. Ele fará parte de sua defesa de forma nada usual: dançando. O espetáculo O Dançarino Divino, com entrada franca, será apresentado às 21h da próxima quinta-feira, dia 13, no Teatro da Reitoria. E mostrará o ritual sagrado da execução de uma das sete danças clássicas indianas, a Bharata Natyam.

Com formação em dança no Gyam Ashram Institute of Performing Arts, de Mubai, Joachim Andrade se apresentará com a dançarina Silvana Duarte, também formada na Índia em dança clássica Odissi. A apresentação terá direção do historiador Romário Borelli.

Arte africana

Na praça de eventos do Shopping Curitiba, a partir de segunda-feira, dia 10, estará a mostra Arte Africana, com cerca de 300 objetos trazidos de diversos países, fotografias e textos explicativos que fazem parte de um amplo trabalho de pesquisa realizado pelos marchands Adilson Falcão e Bernardo Figueiredo.

Haverá ainda objetos para comercialização. São máscaras, tecidos, colares e estatuetas confeccionados por tribos africanas e adquiridos das ONGs que trabalham em benefício dessas comunidades. Segundo Falcão, é uma oportunidade para que os brasileiros adquiram materiais raros, a preços acessíveis.

“No mínimo uma vez por ano viajamos para a África. Lá convivemos de perto com as comunidades, participamos de rituais e festas e acompanhamos as mudanças nos costumes, afetados pela globalização”, conta Falcão. Neste mês, Figueiredo está na África, dando continuidade ao trabalho de pesquisa que teve início há quatro anos.

Cosmoprof

De hoje a segunda-feira acontece, na cidade italiana de Bolonha, a Cosmoprof, maior feira mundial do setor de beleza. Participando do evento pela segunda vez, O Boticário pretende mostrar que a empresa está em sintonia com as últimas tendências mundiais da cosmética, desenvolvendo produtos de qualidade e alta tecnologia.

Segundo George Parik, diretor da área internacional da empresa, a participação na Cosmoprof pelo segundo ano consecutivo faz parte da estratégia de expansão internacional da marca O Boticário. “Em 2003 vamos focar o mercado mexicano. Já investimos US$ 2 milhões de um total de US$ 15 milhões, previstos para os próximos cinco anos.”

Coisa e tal

Hoje, a partir das 20h, acontece a inauguração do Bar Coisa e Tal, de Edson Pereira e Paulo Barbosa. Fica na Rua Francisco Torres, 227, instalado em uma antiga e charmosa casa, totalmente restaurada. E tem como característica uma decoração criativa e original com quadros de caricaturas desenhadas pelo artista curitibano Tako X. Entre as especialidades da casa estão as tiras de mignon e de picanha na tábua, além de caipirinhas feitas com cachaça de Minas Gerais. MPB ao vivo nas sextas e sábados, das 20h às 22h30, com couvert artístico a três reais.