Um dos mais tradicionais eventos da área no Brasil, o Salão de Cerâmica organizado pelo Museu Alfredo Andersen, da Secretaria de Estado da Cultura, passa a ser oficialmente nacional este ano. As inscrições para o primeiro Salão Nacional de Cerâmica estão abertas até o dia 20 de março nos segmentos artístico, popular e design (industrial), com abertura prevista para o dia 24 de maio no Centro Integrado dos Empresários e Trabalhadores das Indústrias do Paraná (Cietep).

A novidade foi experimentada no último Salão Paranaense de Cerâmica, em 2004, quando parcerias com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul. Provopar e Mineropar promoveram, pela primeira vez, um salão bem mais abrangente, envolvendo as modalidades: artística, popular e design em cerâmica.

Este ano as parcerias foram ampliadas com a participação do Sesi, Senai e Instituto Euvaldo Lodi. ?Em 2004 fizemos um salão de altíssimo nível, um sucesso perante a indústria, equipamentos, materiais e produtos utilizados na cerâmica. Demos ênfase ao processo criativos dos artistas e artesãos, numa belíssima mostra, valorizando cada peça individualmente. Isso nos motivou a manter as parcerias e ampliá-las para dar continuidade a esse trabalho?, afirma a diretora do Museu Alfredo Andersen Roseli Fischer Bassler.

Os diversos processos criativos, pesquisas, experimentação e busca de novas propostas e tecnologias darão o norte dessa edição do evento, integrando cultura com economia, indústria, comércio e promoção social.

Inovando mais uma vez, o Salão Nacional de Cerâmica terá como eventos paralelos o Congresso Nacional de Cerâmica, com oficinas e palestras, e a 2ª Feira de Arte Cerâmica, que possibilitará a comercialização nas três categorias, de 25 a 28 de maio. As inscrições para as oficinas podem ser feitas de 24 de abril a 24 de maio.

De acordo com a diretora do Museu Alfredo Andersen, Roseli Bassler, organizadora do evento, congregar as três categorias (artístico, design e popular) numa grande mostra, com eventos paralelos em todas as áreas de interesse, valoriza as tradições, proporciona acesso às informações técnicas e artísticas, além de facilitar a comercialização. A expectativa de público é de cerca de 3 mil pessoas em todo evento, que conta também com parceria da Sociedade de Amigos de Alfredo Andersen. Informações: Museu Alfredo Andersen (41) 3222 8262 ou no site: www.pr.gov.br/seec.