Ela já era filha e mãe quando resolveu sair de casa, aos 22 anos, para se tornar garota de programa. Gabriela Leite abandonou o curso de Sociologia na USP e foi trabalhar na região da Boca do Lixo, no centro da cidade. A violência contra colegas a fez despertar para a luta pelos direitos das prostitutas. E ela não parou mais. Fundou a primeira Associação Brasileira de Prostitutas, a ONG Davida, em 1991, e, mais recentemente, em 2005, a Daspu, grife queridinha de modernos. A trajetória da ativista, que virou livro em 2009, chega hoje ao teatro na peça Filha, Mãe, Avó e Puta – Uma Entrevista.

A autobiografia caiu nas mãos da atriz Alexia Dechamps, que, após um tempo afastada da carreira, estava procurando um trabalho desafiador. “Li a obra em dois dias. A história dessa mulher é um case. Então, fui atrás dela”, conta. Alexia comprou os direitos da obra, que foi adaptada por Marcia Zanelatto. A responsabilidade de dirigir o espetáculo ficou a cargo de Guilherme Leme, que também se impressionou com o jeito de Gabriela encarar a vida. “A liberdade que ela tem é única”, diz.

Após pensar em alguns formatos, Leme optou por contar a história em uma espécie de entrevista. Assim, entra em cena um jornalista que conversa com Gabriela. No palco, Alexia surge com a idade atual da entrevistada, 60 anos. “Leopoldo Pacheco, que é ator e visagista, desenvolveu a maquiagem”, conta a atriz. Além disso, ela deu adeus aos longos cabelos dourados que cultivou a vida toda. “No começo, foi estranho ficar morena, mas sabe que eu já estou gostando?”, conta.

Para Leme, o modelo de encenação facilita a apresentação da parte mais didática da montagem, ou seja, cabe ao jornalista, papel de Louri Santos, situar o espectador no tempo, além de dar dados e números importantes sobre o trabalho desenvolvido por Gabriela. “Ela acaba fazendo os relatos mais afetivos”, diz o diretor. As informações são do Jornal da Tarde.

Filha, Mãe, Avó e P… – Centro Cultural Banco do Brasil.

Rua Álvares Penteado, 112. Tel. 3113-3651. Temporada de hoje a 19/4. De terça a quinta, às 20h. Ingresso: R$ 6. 14 anos.