Foto: Ricardo Stuckert

Presidente Lula entrega medalha ao arquiteto.

Na manhã da última sexta-feira, no Rio de Janeiro, o arquiteto Oscar Niemeyer foi condecorado com a medalha da Ordem do Mérito Cultural. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Cultura, Gilberto Gil, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Luiz Fernando de Almeida foram ao escritório de Niemeyer, em Copacabana, fazer a homenagem ao arquiteto que, no dia 15 de dezembro completa 100 anos.

Na ocasião, o ministro Gilberto Gil informou ao arquiteto que, nesta quinta-feira, o Conselho Consultivo do Iphan irá avaliar proposta de tombamento de 23 monumentos de Brasília, selecionados pelo próprio Oscar Niemeyer entre as suas obras da capital. Ainda em homenagem ao centenário do arquiteto, a Casa das Canoas também deverá ser preservada. Niemeyer morou cerca de 12 anos nessa casa que ele projetou na Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro. Entre as 23 obras de Niemeyer que podem ser tombadas pelo patrimônio histórico estão o Palácio da Alvorada (conjunto arquitetônico, incluindo capela e demais edificações), Capela Nossa Senhora de Fátima, Praça dos Três Poderes, Palácio do Planalto, Congresso Nacional e anexo e o Memorial JK.