Morreu na madrugada de sábado, 23, o chargista Gerson Salvador Pinto, conhecido como Son Salvador, que trabalhou durante 43 anos no jornal Estado de Minas.

Também ilustrador e jornalista, ele tinha 70 anos e estava internado no Hospital Vila da Serra, em Nova Lima, Minas Gerais, para tratar problemas respiratórios. Mas seu quadro evoluiu para falência múltipla de órgãos e ele não resistiu.

Irreverente e bem-humorado, Salvador foi inspirado principalmente pelo jornal O Pasquim para criar as suas charges sobre os mais variados temas, mas também levou seu traço para livros infantis e de contos.

Son Salvador deixa a esposa, Francisca Pinto, os filhos Gerson e Frances, e os netos Davi e Samuel.