Paris – A atriz francesa Simone Simon morreu na terça-feira à noite, em Paris. Tinha 93 anos. Quando jovem, Simone passava a idéia de uma pantera amorosa sempre pronta a mostrar as garras. Nos anos 30, ela virou a encarnação da jovem francesa sedutora. Nos anos 40, foi para Hollywood. Nos 50, foi eleita a atriz mais elegante do cinema francês. A elegância era um atributo natural, ela dizia. O talento foi lapidado. Simone faz parte do imaginário dos cinéfilos de todo o mundo. Foi atriz de Jean Renoir e Jacques Tourneur. Eternizada por sua imagem em filmes como ?A Besta Humana? e ?Sangue de Pantera?, de 1939 e 42, Simone há décadas havia parado com a carreira. Não a vimos envelhecer na tela, por isso a imagem que vem é sempre aquela, cheia de vida. Ela começou no mundo da moda, até chamar a atenção do lendário Sacha Guitry, que a apadrinhou e a incentivou a iniciar nova carreira na opereta e na comédia ligeira.