Morreu nesta quinta-feira, 03, o poeta, crítico literário e ensaísta carioca Ivan Junqueira, aos 79 anos. Desde 2000, Junqueira era o titular da cadeira nº 37 da Academia Brasileira de Letras, antes ocupada por João Cabral de Melo Neto. Junqueira teve falência múltipla dos órgãos.

O acadêmico nasceu em 3 de novembro de 1934 no Rio, onde estudou medicina e filosofia, mas acabou no jornalismo. Durante a carreira, ele passou por vários dos principais jornais da cidade, como “Correio da Manhã” e “O Globo”, e também trabalhou no meio editorial.

Como ensaísta e crítico literário, também contribuiu para diversos veículos do País, inclusive “O Estado de S. Paulo”. Detentor de muitos prêmios literários, sua poesia já foi traduzida para o inglês, alemão, espanhol, francês, italiano, dinamarquês, russo e chinês.