Um dos maiores nomes do surfe, Maya Gabeira é retratada na minissérie Eu, Maya Gabeira, que estreia neste sábado (15), às 20h, no canal Off. Atleta que conquistou cinco prêmios Big Waves da WSL e tem o nome no Guiness Book com o recorde da maior onda já surfada por uma mulher, fala sobre essa produção, vida, mãe.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Qual a sensação de surfar uma grande onda?

É um momento único. O que me atrai é o desafio, a sensação de superação e conseguir surfar ondas inesquecíveis.

O que é o mar para você?

Tudo! É a minha vida, o meu estilo de vida, onde me sinto bem e quero estar a maior parte do tempo do meu dia a dia.

O que é importante para chegar aonde você chegou?

Seguir em frente. Foi isso que me trouxe até aqui. Sem ter certeza alguma do que aconteceria, eu simplesmente segui em frente, e fui me aprimorando. Os apoios são sempre muito bem-vindos, claro. Minha família também sempre me apoiou bastante, apesar da preocupação com os riscos.

O que falta conquistar?

O próximo desafio é curtir o momento e descansar, que também é um bom desafio para mim! Foram muitos anos para chegar até aqui, então eu tenho de aproveitar isso tudo que está acontecendo. É tão difícil parar um pouco, descansar, então esse é o desafio de agora. Também quero explorar o mar de outras formas, praticando outros esportes de que também gosto muito, como Foil e Kitesurf, enfim, quero abrir um pouco essa minha janela de interesses.

Qual a importância de sua mãe em sua carreira? Não tem dó dela, praticando esporte perigoso?

Não tenho dó da minha mãe (risos). Ela está superacostumada com minha profissão. É grande incentivadora e desde meus 20 anos começou a seguir minha carreira de perto, foi minha agente por anos.

Pensa em ser mãe ou isso não passa por sua cabeça?

A princípio não penso em ser mãe, mas não sei se um dia isso vai ou não acontecer. Mas tenho duas cachorras que morro de paixão e sou com certeza uma mãe para elas!