Santa Barbara – O popstar Michael Jackson entregou-se ontem à polícia, pagou fiança de US$ 3 milhões e já está em liberdade. O cantor, que é acusado de abuso sexual de menores, chegou à Califórnia ontem, vindo de Las Vegas, no Estado americano do Nevada, onde gravava um videoclipe.

Segundo a imprensa e um advogado da família Jackson, as acusações foram apresentadas por um menino de 12 anos, mas a polícia e os advogados se negaram a dar detalhes. As dramáticas acusações contra um dos maiores astros mundiais reativaram as suspeitas que o têm rondado desde que foi acusado de molestar um menino de 13 anos, 10 anos atrás.

Michael negou as acusações, que seu porta-voz classificou de “indecentes”.

“As escandalosas alegações contra Michael Jackson são falsas”, disse Stuart Backerman. “Michael nunca machucaria uma criança”, continuou. “A falsidade dessas alegações indecentes e totalmente infundadas será provada no tribunal. Naturalmente, as implicações são dolorosas para qualquer um que ouvir, o que é precisamente o ponto”, afirmou.

Backerman disse que Michael e seus advogados já “fizeram arranjos com o promotor para ele voltar a Santa Bárbara e imediatamente confrontar e provar que estas acusações são infudadas”.