Ao contrário do que informa a biografia de Marlon Brando ainda não lançada, Brando in Twilight, de Patricia Ruiz, o ator não estava falido. Segundo uma reportagem do USA Today desta sexta-feira, o ator morto há uma semana deixou um testamento de US$ 21 milhões, entre valiosas propriedades e obras de arte.

Fontes ligadas à família afirmaram que entre as propriedades que Brando deixou está sua casa de Mulholland Drive, bairro de Beverly Hills em Los Angeles, avaliada em US$ 10 milhões. Além de um resort em Tetiaroa, um balneário exclusivo na ilha que comprou no Taiti. Segundo o jornal, detalhes do testamento serão divulgados nos próximos dias na Suprema Corte de Los Angeles.

Brando, uma lenda do cinema, foi cremado no fim de semana passado em uma cerimônia privada em Los Angeles. O ator faleceu na semana passada aos 80 anos, vítima de uma complicação pulmonar. A biografia conta que Brando tinha dívidas que chegavam a US$ 20 milhões.