Marina Ruy Barbosa adiantou sua agenda de compromissos contratados ainda com cabelão. Nesta semana a ruiva fotografou uma campanha publicitária e os ensaios para revistas femininas também já estão sendo feitos a toque de caixa. Ontem, ela postou no Instragram uma foto em que aparece na capa da revista Cabelos & cia de julho e viu o drama de sua personagem Nicole, em Amor à vida, da Globo, ser debatido na mídia social.

O público está dividido, mas quando raspar os cabelos, surgirá uma “nova atriz”. E, assim como aconteceu com Carolina Dieckmann, em outra novela da Globo, a atriz deve estrelar novos trabalhos.

Os capítulos em que a atriz cortará as madeixas mais invejadas da TV já chegou aos atores e a ansiedade de Marina é compreensível. Ela fatura alto com o estilo natural. Quando foi escalada para o papel, a atriz ficou preocupada em se desfazer da cabeleira ruiva, uma das informações mais pedidas na Central de Atendimento ao Telespectador da Rede Globo. Mas amigos aconselharam Marina a não recusar, já que ganharia outro status como atriz.

Divulgação

Nos capítulos não há nenhuma referência a recursos tecnológicos para criar uma “careca” virtual para a atriz, nem o uso de peruca de látex. Isso significa que se Marina não raspar os cabelos é porque a atriz conseguiu convencer o diretor Wolf Maya a manter a madeixas bem guardadas. A gente até adianta o novo visual com um truque de edição.

A cena

Na novela, Nicole conta com o apoio de Pilar (Susana Vieira), que leva seu cabeleireiro particular para ajudar a amiga. Ao chegar no quarto da milionária, o profissional lamenta: “Eu vou sentir tanto ter que raspar cabelos tão lindos. Eu vou começar cortando… Vou abaixar bem, pra depois raspar”, explica Mário, que ainda não teve cabeleireiro escalado. Quando ele dá as primeiras tesouradas, Nicole chora. Enquanto Mário corta, a menina pergunta por Thales (Ricardo Tozzi), que está na sala esperando por ela. “Será que ele vai suportar me ver assim?”, pergunta.