O filme “Gonzaga, de Pai pra Filho” terá pré-estreia de gala na abertura do Festival do Rio, hoje à noite. O longa narra a trajetória do cantor e compositor Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, a partir de sua relação conturbada com o filho Gonzaguinha. Uma história de superação, amor, música, encontros e desencontros pelas estradas do Brasil.

A trilha sonora do filme é arrebatadora. A história mostra que a mesma música que uniu e consagrou pai e filho também os distanciou. Luiz Gonzaga deixou um legado de mais de 600 músicas gravadas, entre clássicos como “Asa Branca”, considerada por muitos o nosso segundo hino nacional. Já Gonzaguinha seguiu carreira independente do pai. Formado em Economia, ele desponta em festivais universitários com composições que refletiam a atmosfera política dos anos de chumbo. Foi autor do consagrado samba “O que é o que é? (E a Vida)”.

As comemorações dos 100 anos de Luiz Gonzaga também ganham as telas da Globo, numa série, que estreia no domingo, no “Fantástico’’. São quatro episódios de oito minutos. A parte ficcional vai trazer uma novidade: trechos do filme que será lançado em 26 de outubro nos cinemas.