Causos, música de viola e muita prosa. Aquele gostinho de encontro do interior é o que o Circuito Syngenta de Viola Instrumental vai proporcionar para o público de Londrina no dia 30 de setembro. Esta é a segunda edição do circuito, que conta com o mestre na arte do “fazer”, do “tocar” e do “contar”, o artesão e violeiro Levi Ramiro sobe ao palco no teatro do Colégio Marista Capitólio, a partir das 20h.

O ilustre convidado da noite é João Paulo Amaral, experiente violeiro e um dos nomes mais importantes da viola de dez cordas no Brasil. Juntos, os músicos fazem do show uma aconchegante prosa descontraída regada à música de qualidade.  

O Circuito é uma iniciativa da Syngenta e recebe apoio do Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet. A proposta é valorizar a música regionalista e a cultura da viola instrumental, difundindo suas vertentes e dando ao público a oportunidade de assistir a espetáculos que remetem à sua própria identidade.  “Para nós da Syngenta é uma satisfação poder compartilhar com a população de Varginha um momento de valorização da cultura, especialmente da música da nossa terra”, destaca Amarildo Ament, Gerente de Fábrica da Syngenta.

Londrina é a terceira cidade a receber a temporada 2012 do Circuito Syngenta de Viola Instrumental que começou na cidade de Itápolis. Na edição anterior o circuito passou por cidades como: Vitória (ES), Paulínia (SP), São Paulo (SP), Uberlândia (MG) Campo Grande (MS), Ribeirão Preto (SP), Piracicaba (SP), Londrina (PR) e Porto Alegre (RS), sempre reunindo grandes nomes do gênero, a convite de Levi Ramiro. Para esta apresentação o violeiro de longa data presenteará o público com clássicos da viola como Tristeza do Jeca (Angelino de Oliveira) e Malandrinho (Tião Carreiro), além de suas próprias composições: Barroquinha e Vaquejada.

“Em Londrina apresentaremos um show de viola mostrando suas diversas faces, um espetáculo informal com causos e curiosidades do universo caipira e da viola”, conta Levi Ramiro. O formato mescla música e prosa, com Ramiro como anfitrião, fazendo a “ponte” entre os violeiros e a platéia, através de “causos” e histórias pitorescas envolvendo a música regionalista de raiz. “Acredito que a música feita com a viola é o grande movimento musical do Brasil atual, que mesmo paralelo à grande mídia, no fundo sem grandes pretensões, preserva a viola tradicional respeitando sua história rural brasileira e usa seu verdadeiro sotaque pra construir a música atual”, complementa o violeiro.

Mais informações sobre o circuito podem ser obtidas no site http://www.circuitosyngentadeviola.com.br.

Serviço:

Circuito Syngenta de Viola Instrumental – Londrina
Data: 30 de setembro de 2012
Horário: 20h
Onde: Teatro do Colégio Marista
Endereço: Rua Maringá, 78 – Londrina
Mais informações: (43) 3374-3600