A atriz Luana Piovani moveu uma ação alegando perseguição por parte do Pânico na TV e entrou em processo contra a emissora Band e os responsáveis pelo programa: Alan Rapp, Emílio Surita e Rodrigo Scarpa (Repórter Vesgo).

A justiça concedeu liminar favorável à atriz e a atração não poderá citar seu nome ou divulgar qualquer imagem sua. Caso contrário, os responsáveis terão que arcar com uma multa de R$ 300 mil cada vez que descumprir o acordo.

Os desentimentos começaram quando o programa realizou uma reportagem sobre uma foto postada pelo marido de Piovani na rede social Instagram, na qual ela aparece nua em uma banheira, comemorando o aniversário de um ano do casal.