A atriz Jodie Foster saiu em defesa da jovem Kristen Stewart, que confessou uma infidelidade, em artigo publicado na internet dizendo que ela mesma não teria sobrevivido a uma adolescência como estrela de Hollywood na atualidade.

Kristen, famosa por protagonizar a saga “Crepúsculo” junto com Robert Pattinson, ator que virou seu namorado na vida real, admitiu em julho que manteve uma breve relação amorosa com o diretor Rupert Sanders, casado e de 41 anos, com o qual trabalhou em “Branca de Neve e o Caçador”.

Algumas fotos transformaram o breve romance em um fenômeno midiático, Kristen se desculpou publicamente e Pattinson promoveu uma campanha pessoal em canais de televisão americanos tentando passar uma imagem de normalidade.

Jodie Foster, que conheceu Kristen quando ainda era uma menina de 11 anos no filme “O Quarto do Pânico” (2002), quis mostrar seu apoio em um dos momentos mais difíceis da carreira da atriz até o momento.

“Se eu tivesse sido uma jovem atriz hoje teria desistido antes de começar. Se tivesse crescido nesta cultura midiática acho que não poderia ter sobrevivido emocionalmente”, disse Jodie, que iniciou sua carreira quando tinha apenas três anos de idade e foi protagonista de filmes como “Contato” e “O Silêncio dos Inocentes”.

A veterana atriz de 49 anos qualificou sua profissão como um ato de “liberdade, amor, conexão” e afirmou que exige uma exposição completa da pessoa.

“Atuar consiste em comunicar vulnerabilidade”, disse Jodie que foi firme ao afirmar que a fama derivada de um trabalho interpretativo “não inclui o direito de invadir a privacidade de ninguém, destruir a identidade de alguém”.

Jodie, que publicou o texto no site “The Daily Beast”, concluiu mandando uma mensagem de esperança a Kristen garantindo que tudo passa.