Com muito estilo, Alexandre Pires trouxe, no último sábado (12), o novo projeto DNA Musical a Curitiba, no Teatro Positivo. O cantor tocou seus sucessos, acompanhado de algumas músicas que marcaram sua vida e também o ajudaram na formação do gosto musical.

Demonstrando carinho pelo público curitibano, Alexandre Pires contou que foi em Curitiba onde praticamente tudo começou. “Comecei minha carreira aqui. Sou do tempo do Aeroanta, dos shows na Pedreira, vivi toda essa fase do inicio dos anos 90 e fomos muito felizes. Pra mim é sempre uma honra estar aqui”, lembrou o cantor, em entrevista à Tribuna do Paraná.

Caetano Veloso e outros cantores aparecem em projeção mapeada no palco. Foto: Lucas Sarzi.

Num show bonito tanto visualmente como também musicalmente, o cantor trouxe uma seleta escolha das músicas. Entre as 24 canções, de vários compositores brasileiros, estão Meu Bem, Meu Mau, que ele canta no disco com Caetano Veloso, e Águas de Março.

No palco, o show é uma reprodução fiel ao trabalho gravado do cantor, que traz vídeos de Alexandre Pires cantando sozinho ou acompanhado de convidados. Como não daria para levar com ele a todos os shows essas participações, como a de Caetano Veloso e Djavan, por exemplo, o vídeo mapping foi uma escolha inovadora no palco. “É um show bem alegre, divertido, sentimental, mas também saudosista, com músicas que fizeram parte da nossa vida”, definiu.

Esse resgate na história de Alexandre Pires, que muito se fez no Só Pra Contrariar (SPC), pareceu ter conquistado a todos, já que o público aplaudiu do começo ao fim. “Um show bem diferente de todos os outros que já fiz, mais intimista e estou muito feliz com o resultado”, finalizou o cantor.

Veja o vídeo: