O II Encontro de Direito e Cultura Latino-Americanos: Diversidade, Identidade e Emancipação começou na última terça-feira e apenas no primeiro dia de palestras, mais de 600 pessoas se reuniram no Teatro da Reitoria para discutir a situação do continente.

Um dos importantes eventos que acontecerão dentro do Encontro é a Mostra de Cinema Latino-Americano, que começa na próxima sexta-feira, dia 28 de julho, no Cine Luz. A mostra é aberta ao público e a entrada é gratuita.

A programação da Mostra começa com a exibição do filme ?Vocação do Poder? (Brasil, 2005), às 15 horas. Logo depois, às 15h haverá um bate-papo com Eduardo Escorel, diretor do filme.

Cineasta, Escorel nasceu em 1945 na cidade de São Paulo. Iniciou sua carreira como assistente de direção e foi colaborador de uma série de documentários chamada ?Caravana Farkas?. Montou ?Terra em Transe?, ?Macunaíma?, ?Eles Não Usam Black-tie? e ?Cabra Marcado para Morrer?, alguns dos filmes mais importantes do cinema nacional. Entre outros, dirigiu: Lição de Amor (1975), Ato de Violência (1979), O Cavalinho Azul (1983), Chico Antônio – o Herói com Caráter (1983), 1930 ? Tempo de Revolução (1990), 32 ? A Guerra Civil (1992), Ulysses ? Cidadão (1993), 35 ? O Assalto ao Poder.

No sábado, às 15h30, será exibido ?Terra em Transe? (Brasil, 1967), de Glauber Rocha. O filme trata sobre o transe político pelo qual passam os países da América Latina. Considerado o mais importante e polêmico filme de Glauber Rocha e um dos precursores do Cinema Novo e do movimento tropicalista, Terra em Transe tornou-se um clássico do cinema moderno, tendo conquistado, entre outros, o Prêmio da Crítica Internacional no Festival de Cannes de 1967.

A mostra ainda exibirá o documentário ?Notícias de Uma Guerra Particular?, de João Moreira Salles e Kátia Lund, e os vídeos vencedores do III Putz, o Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba.

A programação completa do II Encontro de Direito e Cultura Latino-Americanos: Diversidade, Identidade e Emancipação pode ser vista no site ww.cejur.ufpr.br.