A atriz e humorista Claudia Rodrigues, famosa pela sua personagem Marinete, no humorístico A Diarista, da TV Globo, disse nesta quinta-feira (13) que foi humilhada por um segurança dentro do Shopping Crystal, em Curitiba. Em seu perfil no Facebook a artista postou dia desses uma foto em que aparece na capa de uma revista. No entanto, de passagem por Curitiba, ela tentou tirar fotos em frente aos tapumes de uma loja em que a capa era destaque, ela foi impedida pelo segurança.

Segundo Cláudia, ela, sua filha Iza e a empresária Adriane Bonato teriam sido “desrespeitadas, humilhadas, coagidas e agredidas por dois vigilantes” do shopping. Em entrevista ao jornal Extra, a empresária disse que a atitude dos funcionários foi surpreendente.

“Claudia estava superemocionada com a homenagem e o carinho do público lá na hora, mas o segurança não deixou ela tirar uma foto nem se aproximar do painel. Mesmo assim, eu a posicionei para tirar uma foto, mas quando eu virei, ele já abriu os braços em cima dela, empurrando-a para cima do painel. Ela tropeçou e só não caiu no chão porque tinha o painel e a filha, que a segurou na hora. Aí eu voltei e disse: tira a mão dela”, contou.

Leia mais! Festa das Patroas de Curitiba muda de lugar; veja todos os detalhes!

Cláudia afirmou em seu perfil no Facebook que tomará “as medidas cabíveis para que outras pessoas não passem pelo que nós passamos”. “Já pedimos as filmagens, solicitamos o nome completo e o endereço do funcionário, enviamos uma notificação extraoficial e vamos protocolar a ação contra o shopping e contra o segurança. O que aconteceu foi um absurdo e não pode ficar impune”, afirma a empresária.

A humorista tem lutado contra uma esclerose múltipla há muitos anos e se submeteu em 2015 a um transplante de células-tronco na tentativa de fazer com que a doença não se manifeste.

Em nota, o Shopping Crystal afirmou que o funcionário agiu com respeito e seguiu os protocolos de segurança previstos no regimento interno relativos à produção de imagens no estabelecimento.

Violência em 2016

Em 2016 a atriz foi vítima de um assalto em Curitiba. Na época, ela teve o pé direito, o tornozelo e a fíbula (osso da perna) fraturados por conta da ação violenta dos marginais.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

 

Jão assume a homossexualidade e cita nova música. “Escrevi para um cara”