Grupo Tripiscis com Endrigo,
Mário Conde e Maríla Giller.

A paulista Léa Freire se apresenta hoje, com os músicos Endrigo Bettega, Mário Conde e Marília Giller, que formam o Tripiscis, numa performance que une música brasileira instrumental e jazz – marca registrada dos músicos curitibanos do trio. No show, Léa toca, entre outras composições, a música Vatapá, feita em parceria com Joyce, que também se apresenta em Curitiba esta semana.

Lea Freire chegou anteontem em Curitiba e se assustou com o frio. ?Preciso comprar roupas?, disse ela a Marília, pianista do Tripiscis. Vinda para apresentações agendadas com a Orquestra à Base de Sopro, Léa aproveita para se reunir com amigos e fazer um show paralelo mostrando suas músicas e acompanhando composições do trio. ?Sou louca para tocar em Curitiba, nunca fiz um show só meu aqui?, comenta a paulista que já tocou com vários músicos pelo Brasil, como Djavan, Hermeto Pascoal, Yamandú Costa, Arrigo Barnabé, entre outros. No repertório, além de músicas próprias, Tripiscis e Léa Freire inserem composições de Tom Jobim, Herbie Hancok e Pat Matheny, numa fusão de música brasileira e jazz de altíssima qualidade.

Tripiscis

A parceria entre Marília Giller, Endrigo Bettega e Mário Conde já dura bastante tempo: a troca de experiências e vivências sonoras vem de décadas atrás, quando cada um deles atuava em diversos grupos e países. A formação se deu no final de 2003 por Marília, que nomeou o grupo baseada em sua paixão pela astrologia. Daí o nome Tripiscis-três piscianos. A apresentação oficial aconteceu este ano com composições da pianista e de outros autores que influenciam seu trabalho como, Tom Jobim e Nelson Aires.

Léa Freire é formada pela escola americana Berklee School, foi professora de diversos instrumentos e solfejo (leitura musical). Participou de apresentações ao lado de nomes importantes da música popular, como Djavan, Yamandú Costa, Rosinha de Valença, Arrigo Barnabé e Cauby Peixoto. É produtora e editora de música instrumental brasileira pelo selo Maritaca. Seu primeiro CD, Ninhal, foi lançado em 1997 e agora em 2005, pelo mesmo selo, Léa continua sua parceria com o trumpetitsa Bocato e lança seu mais recente trabalho Antologia da Canção Brasileira vol. 2, também pelo mesmo selo.

Serviço: Léa Freire e Tripiscis

Data: 14 se setembro

Local: Hermes Bar

Horário: 22h

Ingressos: R$ 10,00 e estudantes R$ 5,00.