O festival Sonora – que substituiria os eventos de música alternativa Curitiba Rock Festival e Curitiba Pop Festival – corre o risco de não acontecer em 2006. Na semana passada, fontes ligadas à produção confirmaram extra-oficialmente a O Estado que ao menos seis grandes atrações internacionais estariam em negociação avançada, faltando apenas detalhes de verba com um dos grandes patrocinadores. E foi justamente durante a reunião onde se bateria o martelo que esse patrocinador desistiu de participar do evento, pondo em risco a realização do Sonora.

Com datas previstas para dias 2 e 3 de setembro, o festival já sofreu diversas alterações em 2006. A princípio aconteceria em maio e traria uma das grandes bandas indie da atualidade, o Arctic Monkeys. Problemas financeiros empurraram o evento para o segundo semestre, criando concorrência com a programação de grandes e já tradicionais festivais do gênero, como o TIM e o Motomix. Mesmo com a pressão, foram aventados outros nomes de peso para o Sonora, como o grupo inglês Ladytron.

A produção vai se esforçar para conseguir outro ?mecenas?, mas as datas de setembro muito provavelmente deverão ser descartadas. Com isso, os nomes quase certos podem desistir, inviabilizando a realização do Sonora ainda em 2006.