Está em cartaz no Teatro Lala Schneider, a mais nova produção infantil da Cia. Máscaras e Núcleo de Profissionalização Teatral. Trata-se da Fábula ?O Rouxinol do Imperador?, adaptada de um conto original de Hans Christian Andersen, por Jader Alves, que também dirige o espetáculo.

A fábula, situada na China Imperial em uma época não definida, conta a história de um Imperador muito mimado e arrogante que aprisiona um rouxinol por achar seu canto muito belo e obriga o pássaro a ficar nos domínios de seu palácio cantando exclusivamente para ele. Um certo dia, o genioso imperador ganha de presente um pássaro de brinquedo que também tem um belo canto e acaba mandando trancarem o pássaro verdadeiro no porão do palácio e fica ouvindo apenas o seu novo brinquedo.

Porém, com o passar do tempo o canto repetitivo do pássaro mecânico irrita o imperador que começa a sentir-se triste, tristeza que só vai se transformar em alegria novamente, quando ele lembra-se do rouxinol e manda que soltem o pássaro que passa a voar livremente pelo céu da China.

?A cultura oriental e a mitologia grega sempre foram os meus maiores fascínios na infância, sempre li muito e assistia a tudo que se referisse a elas. E levar ao palco essa fábula em especial sempre foi um sonho que estou podendo realizar, esperando com isso despertar nas crianças de hoje esse mesmo fascínio por essa cultura tão rica?, comenta o diretor Jader Alves.

Neste ano, comemoram-se os 200 anos de nascimento de Hans Christian Andersen, e um dos propósitos da montagem é homenagear esse autor tão importante para a literatura infantil, responsável por trazer para o ocidente várias histórias do leste do mundo. O diretor do espetáculo comenta que, apesar de o conto original ter sido escrito por esse autor ocidental, ele é recheado de todas as referências estéticas e culturais da China imperial, ?…a escrita ocidentalizada de Andersen, na minha opinião aproxima mais a linguagem oriental da nossa cultura e acaba sendo uma forma de as crianças compreenderem melhor o texto?, afirma Jader.

E para aproximar ainda mais o público infantil da linguagem do texto, na adaptação de Jader Alves, o Imperador da China é uma criança ainda, e complementando o compromisso de tornar o texto acessível aos pequeninos, a peça tem a figura de um velinho chinês, que narra a história a um garoto ocidental. ?Foram as maneiras que encontrei para deixar o texto simplificado e de fácil entendimento para as crianças, pois o original é um tanto complexo, tenho certeza que as crianças vão adorar, essa história cheia de magia e recheada de boas doses de uma cultura tão sábia como a chinesa?. A peça tem diversos personagens que encantarão as crianças como um engraçadíssimo bobo da corte, os atrapalhados guardas do palácio, ou os temíveis pássaros do pesadelo.

Nos papéis centrais, estão jovens revelações do teatro paranaense, entre eles Gner Cândido, no papel do pequeno imperador, Fábio Godoy como o mordomo do palácio e Wagner Custódio como o velho chinês contador de histórias; além do pequeno Leonardo Ferrari de apenas 10 anos de idade, que interpreta o menino Pedro, garoto ocidental para quem o velho chinês narra a história. ?O Leozinho (como a gente chama ele no elenco), é um super ator apesar da pouca idade, muito dedicado nos ensaios e com muito talento, certamente um ator de futuro?, comenta Thamis Barreto, diretora de produção do espetáculo e que também assina junto com Alves, os figurinos da peça. ?O figurino, assim como o cenário e a sonoplastia são baseados em uma intensa pesquisa de época, mas com uma caracterização bem teatral, para darmos às crianças um mundo mágico, porém com o máximo de realidade no que diz respeito à cultura oriental?, complementa a produtora.

O espetáculo fica em cartaz até o dia 18 de setembro, sempre aos sábados e domingos às 16 horas, no Teatro Lala Schneider.

Serviço

O Rouxinol do Imperador
Fábula chinesa de Hans Christian Andersen, sobre um imperador mimado e arrogante que acaba aprendendo grandes lições com um pássaro.
Sábados e Domingos às 16 horas, no Teatro Lala Schneider.
Rua 13 de Maio, 629 ? Fone 3232-8108
Ingressos: R$ 10,00, R$ 8,00 (bônus) e R$ 5,00 (crianças menores de 12 anos, estudantes e classe artística).