Uma das notícias mais quentes no mundo das celebridades e TV desta semana foi o anúncio de que o Programa do Porchat não continua na grade da Record para 2019. Apesar de não ter em seu histórico grandes audiência (perde quase sempre para Danilo Gentili, do SBT), o humorista Fábio Porchat disse que não tem interesse em renovar seu contrato e que irá de dedicar a outros projetos em cinema e TV fechada.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente! 

No entanto, segundo apurou a reportagem da coluna F5, da Folha de São Paulo, um dos principais motivos seria o posicionamento do bispo Edir Macedo, dono da emissora, que é favorável ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). A decisão gerou um enorme desconforto.

O contrato que o humorista tem com a emissora desobriga o apresentador de multa caso ele anuncie a rescisão três meses antes de cada fim de temporada. O anúncio da saída de Porchat já despertou o interesse de outras emissoras, como a Band, que o veem como sucesso comercial.

 

Sempre teve curiosidade de saber como é a Maçonaria por dentro? A gente conta!