Acabou o BBB14. O paranaense Cézar Lima, vencedor do reality está rindo à toa com seus R$ 1,5 milhão, e sobrou para os demais integrantes da casa a dura realidade de encarar a vida aqui fora.

Aline Dahlen é uma dessas que surfou na fama instantânea que veio com a exposição na casa do BBB, mas no momento em que a moça tentou se valer desta fama para conseguir um trabalho na Rede Globo, deu com a cara na porta.

Por isso a ruiva do BBB14, que não conseguiu nenhuma pontinha em novelas decidiu chutar o balde: ela será candidata do Miss Bumbum 2015. E vai representar o Paraná no certame, em que pese o fato de ser gaúcha. O concurso começa em agosto e tem a final em novembro.

Se retrospecto valer alguma coisa no concurso em que candidatas de todo país mostram os dotes da sua retaguarda, é bom lembrar que o furacão Andressa Urach, vice-miss Bumbum, também é gaúcha. Andressa deixou dessa vida depois que intervenções cirúrgicas impensadas colocaram a sua vida em risco.

Mas Aline não está preocupada em associar sua imagem a um lado mais sensual, típico das participantes e ex participantes do Miss Bumbum.

E quando perguntam para ela por que vai fazer isso ela tem a resposta na ponta língua. “Por que não?” Ela lembra que Maria da Graça Meneghel, a Xuxa, fez muitos trabalhos sensuais. Cita também a ex-BBB Sabrina Sato, que antes de se tornar  apresentadora, encarava provas absurdas no programa Pânico usando biquínis minúsculos.

Dito isso, Aline acha que tem aproveitar a maré e o vácuo de beldades ousadas, após a conversão de Andressa Urach à religião evangélica. Aline avalia que tem um corpo “bacana” e aceitar este tipo de trabalho é melhor do que ficar em casa dependendo da mãe.

Se Aline vencer o concurso, embolsa R$ 50 mil e ganha uma capa na revista Sexy. Caso não vença, tem que torcer para que a exposição capitalizada no concurso lhe abra outras portas.