O Círculo de Encenação e Pesquisa Pé no Palco, companhia da diretora Fátima Ortiz, estréia hoje, no Teatro da Caixa, o espetáculo Rumo à Terra. A peça é uma adaptação da obra Folhas de relva, do poeta Walt Whitman. A encenação fala sobre vida, morte, liberdade, homem, mulher, natureza, a equivalência das coisas, contradições e os valores eternos.

O grupo utilizou a linguagem do bufão para transportar os poemas, por meio dessa máscara ancestral, para o palco. ?O bufão não é um personagem, é uma máscara reveladora, contrária à máscara social que esconde e camufla o indivíduo?, explica Fátima.

De acordo com a diretora, o espetáculo inicia-se com o nascimento e a celebração dos bufões seguida dos poemas sobre o mistério da vida, da satisfação e valorização de ser e sentir o outro, e por uma visão lúdica da vida e da morte. O alegórico entra em confronto com as imposturas, a perplexidade da guerra e o delírio social. Aparece o sono, os sonhos, os acordos passíveis para se viver e curar o planeta. As declarações à humanidade vêm permeadas de tudo aquilo que faz o poeta um ser profético e mundano.

Serviço:

Rumo à Terra, no Teatro da Caixa (Rua Conselheiro Laurindo, 280). De 3 a 13/8, de quinta a sábado às 21h, e aos domingo às 19h. Ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia entrada). Mais informações: (41) 3321-1999.