A Gibiteca de Curitiba, espaço da Prefeitura Municipal administrado pela Fundação Cultural de Curitiba, promove neste final de semana o 14º Encontro Internacional de RPG (Role Playing Game). As diversas atrações programadas tomam conta do Memorial de Curitiba, na sexta-feira, sábado e domingo (28, 29 e 30), no período das 13h às 22h. São mesas de jogos e palestras gratuitas, além de concurso de fantasias e torneios com taxa de inscrição a R$ 5,00. Os interessados em participar podem se inscrever na hora do evento. Informações pelo telefone (41) 3321-3250.

O RPG é uma mistura de teatro e jogo de estratégia, com personagens controlados por jogadores que interagem uns com os outros. Entretanto, ninguém recebe um roteiro. Os jogadores devem tomar as decisões com base apenas nas características de seus personagens. Uma campanha de RPG é formada por diversas aventuras interligadas. Os jogadores criam um grupo de personagens seguindo certas regras. A coordenação é feita pelo Mestre, que "dirige" a peça, criando a aventura que os jogadores tentarão resolver.

Em uma aventura de RPG a ação desenrola-se à medida que os personagens tomam decisões. Os rumos da aventura modificam-se a cada ato dos jogadores. É o Mestre e muitas vezes a sorte tirada em um dado que determinam o destino dos participantes.

A programação do 14º Encontro Internacional de RPG tem início às 13h de sexta-feira (28), com atividades destinadas a alunos e professores das escolas da cidade, além de torneios e campeonato de Card Games. No sábado (29), a partir das 13h, realização do Desafio D&D, com mesas de RPG em uma aventura especial. Também acontecem palestras, exibição de vídeos, demonstração de jogos, apresentação de alunos da Escola de Conhecimentos Orientais PA-KUA e concurso de fantasias que distribuirá miniaturas aos participantes.

No domingo (30), torneios a partir das 13h, demonstração de jogos, nova apresentação dos alunos da PA-KUA e palestra sobre o tema "Como fazer cenas memoráveis para seus mestres e jogadores", a cargo de Márcio Roberto Cordeiro, da Warlands de Curitiba.