Depois de reduzir a comemoração de seus 60 anos a uma sessão solene na Câmara dos Deputados e de cortar a tradicional festa de fim de ano, a Record adotou mais medidas de restrição de despesas: a emissora não irá fornecer aos seus funcionários nem o tradicional panetone de Natal. A cesta de Natal – que vinha com aves congeladas e frios – foi substituída por uma cartão virtual que será enviado para o email dos funcionários.

O clima é de pesar nos corredores da emissora, em São Paulo. As últimas festas de fim de ano da Record contaram com shows e até sorteios de carros. Em 2011, por exemplo, o evento ocorreu no Espaço das Américas, com show de Edson e Hudson, mas 2013 está terminando como o pior ano desde a fase “rumo à liderança”, em meados dos anos 2000. A emissora demitiu mais de mil de funcionários, reduziu os salários de centenas de outros e cortou produções de dramaturgia.

A crise é geral e até a Globo está contendo gastos, não renovando contratos de artistas e enxugando o que pode as produções.

Demissões

O SBT dispensou quase todos os jurados do programa Famoso Quem?, extinto no início de novembro. Os contratos de Thammy Miranda, Bruna Tang, Diego Ramiro e Paulinho Serra venceram em novembro e não foram renovados. Só Marcelo Boffat e Lola Melnick ficaram e não se sabe até quando. Thammy Miranda ganhou uma cobertura de férias. Ela estará no quadro Jogo dos Pontinhos, do Programa Silvio Santos, no lugar de Patricia Abravanel. Os novos demitidos se juntam aos cerca de 300 profissionais que perderam o emprego neste ano na emissora de Silvio Santos. Entre eles Analice Nicolau, Rodolpho Gamberini, Yudi, Priscilla, Márcio Ballas, Arnaldo Saccomani, Thomaz Roth, Cyz, Miranda, Tiago Santiago, Patati e Patatá.

Para reduzir os custos sairam do ar os programas Astros, Cante se puder, Amigos da Onça, Famoso Quem?, Bozo, Carrossel Animado com Patati Patatá e SBT Repórter.

Corte salarial

Na Band, que demitiu 400 profissionais neste ano e reduziu o salário dos executivos e principais apresentadores, só o pessoal do Pânico e o José Luiz Datena escaparam. O humorístico porque é terceirizado e Datena porque é bom de negociação e está protegido por cláusulas contratuais. A ciumeira é geral e o mau humor – principalmente no esporte – é geral. É que lá os cortes chegaram a 40% do salário.

O processo de cortes na emissora se intensificou a partir de julho deste ano, quando o programa Deu Olé, de Felipe Andreoli, foi cancelado. Na sequência, a Band segurou investimentos e lançamentos de programas, como a atração solo de Dani Calabresa, o reality Mulheres Ricas, o programa de Otávio Mesquita, e os especiais de fim de ano.