A emissora inglesa de televisão Channel 4 informou ontem o cancelamento do Big Brother, programa que virou uma obsessão nacional desde a estreia em 2000, mas que vinha perdendo audiência.

Segundo informou, a edição do ano que vem, a 11ª, será a última. Há nove anos, os telespectadores fizeram cerca de 20 milhões de ligações para eliminar participantes durante sua estreia. No auge da audiência, estima-se que tenha gerado 68 milhões de libras de lucro por ano.

Mas o número de expectadores caiu nos últimos anos e o diretor de televisão do Channel 4, Kevin Lygo, disse que o programa atingiu um “fim natural”. Em uma de suas modalidades, o “Celebrity Big Brother”, versão do programa com atores não muito conhecidos e personalidades de tabloides, também fez história na televisão britânica.

Em 2007, o programa fez uma investida breve e caótica na arena internacional, quando indianos protestaram contra o que disseram ser um tratamento racista contra a estrela de Bollywood, Shilpa Shetty, por seus colegas da casa.