Foto: Divulgação

Evangelina Maranjo.

O Centro Espanhol do Paraná, localizado em Curitiba, recebeu ontem a visita da conselheira de Andaluzia, Evangelina Maranjo. Ela veio ao Brasil para participar do Encontro Territorial da América e da Oceania, que foi realizado em São Paulo.

Em sua passagem pela capital paranaense, a conselheira falou sobre a importância da preservação da cultura espanhola pelos andaluzes que estão no Brasil. ?Mesmo estando fora, os andaluzes devem manter suas tradições. Andaluzia tem uma cultura bastante típica, sendo muito rica em manifestações religiosas, folclóricas, culturais e literárias?, afirmou.

Em todo território nacional, vivem cerca de 8.300 pessoas originárias da região, sendo que 240 famílias estão em Curitiba. Em toda América e na Oceania, elas contam com o apoio de 32 casas de Andaluzia, entidades que as ajudam a se estabelecer e as incentivam a manter suas tradições.

Desde a década de cinqüenta, 2 milhões de pessoas provenientes de Andaluzia vieram para o Brasil. Algumas deixaram a Espanha por razões econômicas. Outras, em função de questões políticas.