Depois de participar do Domingão do Faustão, no domingo, Leonardo se viu obrigado a rebater as críticas por continuar fazendo shows e participando de programas de TV enquanto o filho – Pedro Leonardo – está internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. As críticas chegaram até ele por emails e posts em redes sociais.

“Fico muito triste e perplexo com a maldade humana”, disse ele, por meio de sua assessora Ede Cury. Segundo Ede, Leonardo manteve a agenda de compromissos por precisar ocupar a cabeça com trabalho.

O cantor mantém a agenda de shows previamente agendados e acompanha a recuperação de Pedro com idas e vindas constantes, mas diferente do filho, não pretende se aventurar sozinho na estrada durante a madrugada. Ontem, Leonardo se apresentou em Louveira, no interior de São Paulo, e voltou para a capital com um motorista. Para shows mais distantes, Leonardo conta com um avião particular.

Saindo do coma

Ontem, os médicos do Sírio-Libanês divulgaram que Pedro tem boa evolução e estabilização das funções vitais. Além disso, o sistema nervoso apresenta melhora progressiva da função motora e nas reações. Sem sedativos que induziam ao coma, todos esperam que o cantor “acorde” para fazer a avaliação neurológica que pode mostrar possíveis sequelas. A mulher do cantor Pedro, Thais Gebelein, falou do marido no Twitter. “Gente! Pedro está bem, ‘superficializando’ cada vez mais graças a Deus! Equipe médica animada! Muito feliz por ver esse milagre de perto!”, escreveu Thais.

O estado de Pedro permanece grave, porém estável.

Acidente

Pedro Leonardo, de 24 anos, que sofreu um acidente de carro no dia 20 de abril, na rodovia MGC-452, em Tupaciguara (MG), próximo à divisa de Minas Gerais com Goiás. O jovem estava sozinho no carro e voltava de um show em Uberlândia (MG).