Cauby Peixoto, Angela Maria e o pianista Amilton Godoy aceitaram o convite do jornal O Estado de S. Paulo para uma sessão de gravação no Estúdio Trama, em São Paulo. O único pedido foi para que cantassem músicas de Tom Jobim, em memória dos 20 anos sem o maestro. Cauby e Angela estão juntos em uma temporada em que interpretam grandes sucessos, dirigidos por Thiago Marques Luiz e acompanhados pelo violonista e arranjador Ronaldo Rayol.

Amilton Godoy, apesar de seus mais de 50 anos como integrante do grupo Zimbo Trio, considerado um dos instrumentistas mais importantes do País, não tinha registros ao lado de Cauby, de 83 anos, nem de Angela Maria, de 85. “Só me lembro de ter tocado com o Cauby em finais de noite de boates nos anos 1960”, disse ele.

Angela escolheu cantar A Chuva Caiu, composta por Tom Jobim e Luiz Bonfá, gravada por ela em 1957. “Foi a primeira música de Tom na voz de uma cantora.”

Cauby cantou Luiza, uma peça de seu repertório também já gravada por ele, em 1982. Nos primeiros três takes, esquecia a letra sempre em um mesmo trecho. Um bloqueio se formou. Angela então se aproximou e, juntos, cantaram Se Todos Fossem Iguais a Você, de Tom e Vinicius. E a tensão foi dissipada.

Quando Cauby se levantava para sair do estúdio, a reportagem sugeriu que ele fizesse mais um take, um último de Luiza, “sem compromisso”. Ele aceitou. Amilton tomou a introdução e Cauby começou a cantar com liberdade, preferindo não ler os versos. Esqueceu de que se esquecia e fez uma interpretação comovente.