O regente carioca Júlio Moretzsohn, que dirige vários grupos corais do Rio de Janeiro, estará à frente do concerto que a Camerata Antiqua de Curitiba executa neste fim de semana. São duas apresentações: às 20h de sexta-feira, na Paróquia Bom Pastor, e às 18h30 de sábado (29), na Capela Santa Maria – Espaço Cultural.

No programa estão duas obras de Mozart, uma de José Maurício Nunes Garcia (o mais importante compositor brasileiro do período colonial) e uma peça contemporânea do compositor carioca Caio Senna. O repertório variado revela a versatilidade do coro e da orquestra da Camerata ao se apresentar com um dos maiores especialistas em canto coral.

A Missa Breve, de Wolfgang Amadeus Mozart, escolhida para abrir o programa, foi escrita em 1776 para a ordenação sacerdotal do conde Friedrich von Spaur. Apesar de não estar entre as obras mais conhecidas do compositor, para o público de hoje, essa missa foi extremamente difundida no início do século XIX, sendo realizada em diversos concertos na Áustria e na Alemanha. Ainda de Mozart, a Camerata executa a peça “Alma Dei Creatoris”.

A obra de José Maurício Nunes Garcia, “Tota Pulchra es Maria”, foi escrita em 1783 e dedicada à Catedral da Sé. Nessa época o talento de Nunes Garcia já era reconhecido pela corte portuguesa, tanto que foi nomeado mestre da Capela Real de Dom João VI. O programa encerra com a obra “In memorian Tina Pereira”, de Caio Senna, que é professor do Departamento de Composição e Regência da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Serviço:
Data: 28 de agosto de 2009 (sexta-feira), às 20h
Local: Paróquia Bom Pastor (Rua Victório Viezzer, 810 – Vista Alegre)
Entrada franca
Data: 29 de agosto de 2009 (sábado), às 18h30
Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)
Ingressos: R$ 10 ou R$ 5 (mais um quilo de alimento não perecível)