A Camerata Antiqua de Curitiba apresenta neste fim de semana um concerto em homenagem a Johann Sebastian Bach, sob a regência da maestrina paulista Mônica Meira Vasques. O concerto integra a temporada 2007 da Camerata Antiqua, patrocinada pela Volvo. As apresentações acontecem nesta sexta-feira (24), às 20h, na Paróquia Santa Maria Goretti, e no sábado (25), às 18h30, no Memorial de Curitiba. A Camerata é mantida pela Prefeitura, por meio da Fundação Cultural de Curitiba.

A Camerata interpreta duas importantes obras do compositor. Uma delas é a cantata BWV 12, composta por Bach em 1714 para celebrar o terceiro domingo após a Páscoa. O tema da peça é o contraste da tristeza com a alegria. Também faz parte do repertório a Missa Luterana BWV 234. Nesta peça, alguns integrantes do Coro da Camerata fazem solos musicais.

A maestrina

Durante sete anos de retorno ao Brasil, de 1992 a 1999, a regente fundou e foi diretora artística do Coro e Orquestra da Sociedade Bach de São Paulo, do Canto Coral Exsultate e da Orquestra Ars Instrumentalis de São Paulo, além de assistente do maestro Roberto Minczuk na Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. Recebeu em 1993, por unanimidade, o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) como melhor Regente Coral do Ano. Foi a única premiada do II Concurso Latino-americano de Regência Orquestral, promovido pela Orquestra Sinfônica da USP, em 1995. Em São Paulo, atuou à frente da Orquestra Sinfônica, da Banda Sinfônica e do Coral Sinfônico do Estado de São Paulo, da Orquestra Sinfônica da USP, da Orquestra de Câmara da UNESP, do Coral Municipal e da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo e da Orquestra Sinfonia Cultura da Rádio e TV Cultura.

Camerata – Criada em 1974 pelo maestro Roberto de Regina e pela cravista Ingrid Seraphim, a Camerata Antiqua de Curitiba é formada por coro e orquestra de cordas. A princípio, seus cantores e instrumentistas receberam orientação técnica do contratenor Gerard Galloway e do violinista Paulo Bosísio. A proposta inicial do grupo baseava-se na pesquisa e interpretação da música antiga, mas após um longo período de dedicação exclusiva à música renascentista e barroca, passou a dedicar-se aos demais períodos, chegando ao repertório dos compositores da atualidade.

Em 1987 e 1988, a Camerata Antiqua teve como regente titular Lutero Rodrigues, e hoje tem como maestro emérito Roberto de Regina. Composta por 16 cantores e 16 instrumentistas, a Camerata Antiqua de Curitiba faz temporadas de concertos anuais com regentes convidados e solistas nacionais e internacionais. Na discografia do grupo constam trabalhos em elepês e CDs.

Serviço: Camerata Antiqua de Curitiba

Regência de Mônica Meira Vasques

Data: 24 de agosto (sexta-feira), às 20h

Local: Paróquia Santa Maria Goretti – Rua Cel. João Guilherme Guimarães, 2000

Entrada franca

Data: 25 de agosto (sábado), às 18h30

Local: Memorial de Curitiba – Rua Claudino dos Santos, 79

Ingressos: R$10 (ou R$ 5 mais um quilo de alimento)

– Nascida em São Paulo, Mônica Vasques formou-se pelo Departamento de Música da Universidade de São Paulo (USP) em 1984 e fez pós-graduação em Regência Orquestral pela Musikhochschule de Stuttgart, na Alemanha, onde vive atualmente. Na Europa, desenvolve uma carreira de prestígio. Regeu várias orquestras, fundou grupos de música de câmara e fez concertos em vários países. Mônica Vasques integra o "Guia de Mulheres Regentes da Europa".