Após confirmar que está namorando uma mulher – que, ainda por cima, é 24 anos mais velha do que ela -, Bruna Linzmeyer foi alvo de ataques homofóbicos nas redes sociais, justo na semana que marca o Dia Internacional Contra a Homofobia, celebrado no último dia 17.

Foi só a informação do namoro dela com a cineasta Kity Féo ser divulgada que uma enxurrada de internautas começou a publicar mensagens de ódio nos perfis de Bruna e de Kity. Nenhuma delas respondeu às provocações. Bruna teria começado a se relacionar com Kity após o término do relacionamento com Michel Melamed.

Os ataques vão desde “o homem foi feito para a mulher e a mulher para o homem” e “tão bonita, pena ter virado isso” até ofensas diretas contra a aparência de Kity. Na mesma rede social, a cineasta foi obrigada a bloquear sua conta após receber comentários semelhantes em suas fotos.

Mas nem todo mundo chutou o balde. Vários admiradores surgiram para parabenizar o casal. “Respeito em primeiro lugar”, “feio é não amar” e “viva o amor” foram algumas das manifestações positivas.