O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) patrocinou a reedição do livro ?Pintores da Paisagem Paranaense?. Numa edição cuidadosa e requintada, o livro – idealizado pela diretora do Solar do Rosário, Regina Casillo – reúne o que há de mais expressivo na pintura realizada por artistas paranaenses ou radicados no Paraná e que se dedicaram a registrar a paisagem local.

Os pinheiros de Guido Viaro, os ipês de Paul Garfunkel, a marinha aquarelada de Ricardo Koch convivem neste livro com os campos de Theodoro De Bona, a vista do Rio Paraná de Henry Elliot, os bucólicos recantos de Superagui, registrados por Michaud, mais o engenho de erva-mate de Alfredo Andersen e as Cataratas de Iguaçu, de Lange de Morretes.

A lista de notáveis soma 29 nomes de várias gerações, escolas e técnicas. Patrocinado pelo BRDE, e pelas empresas Blount e Trützschler, através da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, a obra foi editada, pela primeira vez, em 1982 pela Secretaria de Estado da Cultura, durante a gestão do governador Ney Braga.

O Solar do Rosário reproduziu este livro histórico em 2001 e agora, em 2005, repete a publicação após terem sido esgotadas as edições anteriores. Esta edição fac similar representa a volta de um dos livros de arte mais procurados no Paraná, pela sua diversidade temática e riqueza histórica.

Os autores que integram esta seleção contam parcialmente a história da arte paranaense. Muitas destas obras só podem ser vistas em raros acervos particulares, enquanto algumas delas se encontram no exterior e dificilmente poderão ser apreciadas. Para percorrer todo este caminho da pintura do Paraná seria necessário fazer um roteiro por vários museus de Curitiba, Palácio do Governo, prefeitura e outros órgãos públicos da capital.

Historiadores, colecionadores e artistas em geral encontrarão neste livro uma curadoria singular. A obra se encontra à venda na Livraria do próprio Solar do Rosário, que está aberta de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h, no sábado, das 9h30 às 13h30, e no domingo, das 10h30 às 14h.