O cantor Boy George e sua antiga banda Culture Club estão processando a gravadora britânica Virgin Records, acusando-a de não ter feito o pagamento de direitos. O grupo de música pop, que ganhou fama internacional na década de 1980, entrou com a ação num tribunal de Londres, acusando a empresa de não ter pago cerca de US$ 1,3 milhão devido pelo lançamento de coletâneas de seus maiores sucessos.

O Culture Club se destacou pelo estilo “New Romantic”, com maquiagens góticas, num período em que o movimento punk atingia seu apogeu na Grã-Bretanha. A banda se separou no início dos anos 90, depois que o vocalista se envolveu pesadamente com drogas e álcool, uma experiência que lhe serviu de inspiração ao retomar sua carreira.