O presidente Jair Bolsonaro postou, nesta terça-feira (05), um vídeo que chamou atenção de seus seguidores no Twitter.  Não há identificação de onde ocorreu a gravação, mas a filmagem mostra um homem urinando na cabeça de outro, entre outras imagens obscenas. “É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro”, escreveu o presidente.

O vídeo gerou uma enxurrada de comentários. “Ninguém aplaudindo. Ninguém defendendo esse ato obsceno, criminoso. Mas também o Presidente errou dando uma amplitude muito maior a essa cena pornográfica. Não pensou na quantidade de pessoas (e crianças) que o seguem e tampouco na repercussão internacional para a imagem do país”, disse um seguidor. “Ninguém está achando isso bonito ou normal, mas a questão é que é patético e totalmente inadequado um presidente postar isso, ainda mais fingindo que isso é comum no Carnaval porque não é. Você tá passando pro resto do mundo que o Brasil é um zoológico”, criticou outra seguidora.

Pode isso?

O vídeo escatológico e pornográfico publicado pelo presidente não viola a política de conteúdo de mídia da rede social. Segundo o próprio site, o Twitter permite algumas formas de violência explícita e/ou conteúdo adulto nas postagens que forem marcadas como mídia “sensível”, como foi o caso da publicação de Bolsonaro.

A regra só seria violada caso o conteúdo fosse publicado em vídeos ao vivo, na imagem de capa ou do perfil do presidente. Consultado, o Twitter disse que “eventuais violações estão sujeitas às medidas cabíveis”.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A indicação de que a postagem pode conter “mídia sensível” pode ser colocada pelo próprio Twitter ou pela sinalização dos usuários da rede. Além disso, a reprodução automática do conteúdo pode ser bloqueada nas configurações de segurança do perfil de cada um.

Os usuários da rede social estão divididos nesta quarta-feira, 6, sobre a publicação feita pelo presidente da República. Há pedidos de impeachment e demonstrações de apoio. A hashtag #ImpeachmentBolsonaro lidera os tópicos mais comentados no Twitter, seguida pela #BolsonaroTemRazão. Também aparecem no ranking #goldenshowerpresident e #VergonhaDessePresidente.

 

Golden Shower

Após a postagem do vídeo, o presidente mandou uma pergunta para os seus seguidores, referindo-se à um fetiche sexual que consiste em um urinar no outro.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Escrachado nas redes sociais, auxílio-reclusão é a maneira dos dependentes de presidiários sobreviverem