O cineasta Bernardo Bertolucci, autor de filmes como “O Último Tango em Paris”, será o presidente do júri da edição deste ano do Festival de Veneza. “Poucos cineastas, como Bertolucci, somam à sua longa experiência a capacidade de vivenciar o presente do cinema, com uma curiosidade inesgotável”, disse Alberto Barbera, diretor do evento, durante entrevista na qual anunciou o nome de Bertolucci. “Será uma oportunidade de ver tudo de interessante que há na cinematografia mundial”, completou o cineasta. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.